4 de jul de 2011

realidade superficial


o mundo vive a era da tecnologia. há quem diga que, na verdade, ele sobrevive. é notório o estreitamento das relações pessoais por causa dos meios de comunicação. embora, acompanhado dele venha a liquidez dos relacionamentos.
ferramentas como a internet e os aparelhos celulares são febre no mundo inteiro e passam a ser, para a maioria dos usuários, uma necessidade. é claro que todas essas inovações contribuem e muito para o desenvolvimento global. os celulares, por exemplo, conectam pessoas e empresas, ultrapassando qualquer barreira de tempo e espaço. a informação é rápida e insere o indivíduo no contexto mundial.
essa explosão de tecnologia e informação trouxe a sede incansável pelas suas ferramentas. o que não se tem levado em conta são as consequências negativas que tudo isso traz.
estar próximo ou distante ficou muito confuso. a aproximação virtual fez as pessoas se distanciarem, afetuosamente falando. a praticidade da conexão das redes sociais da internet e das chamadas celulares entorpecem os indivíduos quanto à necessidade atual do ser humano: se humanizar.
a tecnologia e as relações pessoais sólidas bem que poderiam andar juntas.

texto : minha redação no vestibular da uesb

Um comentário:

P disse...

verdade, Zi. a tecnologia afastou o contato pessoal, toda pessoa é duas hoje em dia, a virtual e a real que muitas vezes se diferenciam bastante.