16 de ago de 2009

é possível!



resolvi fazer faxina em casa, hoje.
mexendo aqui e ali em minhas coisas, não é que eu achei um pouco de alegria!
tava junto das casas de aranha, poeira e debaixo da opressão.
tirei-a de lá com rapidez e intensidade tamanhas que nem eu sei.
deixei que ela se exibisse; deixei até que fosse anfitriã.
reinou como nunca!
é uma pena que faxinas são esporádicas, efêmeras.
mas sei não, viu.
o serviço de hoje foi tão funcional que almejo fazer dessa faxina cotidiana.
fico até ansioso de pensar o que poderei achar no porão.
paciência pro "impossível".

2 comentários:

A Manhã do Céu Escuro disse...

Faxina assim, teria que ser diária. Faxina da vida. Mas se faxinar todo dia, quala graça de fazer faxina? Nem vai ter sujeira.

Ser feliz me consome!" disse...

Faxinar a casa, assim como a alma, é um bom exercicio pro espirito, renova, limpa o espaço ja escuro e traz dinovo o ar de novo!! E tudo o q é novo é observado, chama atenção!! Eu gosto!